---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


CRAS promove grupo de mulheres do Programa de Atendimento Integral à Família - PAIF

Publicado em 01/11/2018 às 08:54 - Atualizado em 01/11/2018 às 08:54

Os encontros são mensais, sendo um grupo no período da noite e o outro no período da tarde, de acordo com a realidade de cada usuário, realizados nos bairros: Centro e Vila Nova. As temáticas abordadas são de acordo com o momento vivido pelas participantes, como explica a Psicóloga, Sarita Croceta Ouriques. “Nós trazemos uma dinâmica para iniciar a conversa e deixamos que as mulheres promovam o diálogo, os desabafos, as vivências. São momentos marcantes para todas nós”, comenta.

As vivências são partilhadas no grupo como forma de possibilitar as reflexões. “O objetivo deste projeto é o de coletivizar o que elas vivem individualmente”, explica Sarita.

Com estes momentos vividos pelas usuárias do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS, assistidas pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF, é possível qualificar a vida de cada uma delas. Como elas mesmas expressam: “Através do grupo conseguimos resolver muitas coisas”, L. F. E, também: “Às vezes não falamos muito, mais só de estar aqui ouvindo já ajuda”, J. A. *

 

O PAIF – Consiste no trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva da família, prevenir a ruptura de seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida. Prevê o desenvolvimento de potencialidades e aquisições das famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo. O serviço PAIF integra o nível de proteção social básica do SUAS. (Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais).

 

O grupo se encontra desde o início deste ano e as amizades já estão consolidadas. "É muito gratificante o vínculo construído, a troca e, saber que, podemos contribuir para o empoderamento delas", expressa a Psicóloga.

Hoje são atendidas 16 mulheres, mas o grupo está aberto para receber mais. Durante os encontros há momentos de valorização, de reflexão, de saborear um cafezinho, de promover a amizade e de se fortalecer.

 

*(Como forma de preservar a identidade das participantes, seus nomes não serão revelados).